A vida é finita

01/07/2019

Hoje vamos falar de perdas. Uma das maiores certeza que você terá na sua vida é que em algum momento você vai se deparar com o vazio formado pela perda de alguém que você ama.

A vida é finita. As pessoas que nós amamos, muitos vezes, partem cedo demais. Pelo menos sob nosso olhar.

Jamais aprenderemos a conviver de bem com a morte, pois ela é injusta, traiçoeira e tem razões que é difícil de compreender. Um dia se está aqui, no outro já não se está mais.

Habita em nós o falso sentimento de que viveremos para sempre, mas quando olhamos em volta e vimos quantas pessoas que nos rodeavam que já partiram, passamos a compreender que nossa passagem por esse mundo também está com os dias contados, e por mais duro que possa parecer, a cada dia que passa estamos mais perto do fim.

Você não conseguirá viver para sempre. Então porque você perde seu tempo com banalidades? Por qual motivo você guarda rancor e alimenta sentimentos que não traz qualquer beneficio?

Se você partisse hoje, que lembrança as pessoas teriam de você? Quem guardaria o ultimo som de um "Eu te amo" produzido por sua voz? Quem guardaria o calor do seu ultimo abraço? O afago do seu último toque? A bondade de seu último ato de solidariedade?

Não perca tempo. A vida é rápida demais e todo o segundo é importante demais para ser desperdiçado com coisas sem valor.